Justiça do Rio suspende vendas da Ricardo Eletro pela internet

by

Uma decisão liminar da Justiça do Rio de Janeiro determinou a suspensão das vendas por internet da companhia de varejo Ricardo Eletro, que faz parte

do grupo Máquina de Vendas, segundo maior varejista do setor de móveis e eletrônicos do País, atrás apenas da Viavarejo, empresa que concentra as bandeiras Casas Bahia e Ponto

A liminar, concedida pela 3a Vara Empresarial da Capital foi obtida após uma ação civil j pública movida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Segundo a liminar, a companhia fica proibida de vender produ-tos pelo endereço ricardoeletro. com.br até que os consumidores recebam todos os produtos com entrega atrasada.

A Justiça fixou multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento e estabelece ainda que a empresa determine um prazo para as entregas ao vender as mercadorias.

O Ministério Público informou que moveu a ação porque sua Ouvidoria recebeu “inúmeras” reclamações de consumidores e que o site Reclame Aqui registrou mais de 22 mil denúncias relativas a descumprimen-to de prazos da empresa, conduta que viola o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

O órgão informa que, na ação, o promotor de Justiça Júlio Machado afirma que, mesmo depois do descumprimento do primeiro prazo de entrega estabelecido no site, a companhia também não respeitava outros compromissos relativos à entrega do produto ao cliente. A empresa também impunha dificuldades ao consumidor que tentava cancelar a compra, de acordo com o promotor.

A decisão da 3a Vara Empresarial foi publicada no último dia 10 de julho no Diário da Justiça Eletrônico do Estado do Rio de Janeiro e divulgada ontem pelo Ministério Público. Até a tarde de ontem, no entanto, o site da Ricardo Eletro seguia anunciando produtos normalmente.

Outro lado. Em resposta à decisão que proibiu suas vendas pela internet, a Ricardo Eletro informou que fez um “levantamento” para identificar eventuais falhas. A empresa diz que ainda não foi intimada.

“É importante dizer que os atrasos nas entregas na maior parte das vezes estão relacionados a problemas como pedido de falência da transportadora, greves e paralisações”, afirma a empresa, em comunicado.

A varejista informa ainda que inaugurou, em maio, um centro de distribuição de 16 mil metros quadrados para dar mais agilidade na entrega de seus produtos e diz ter o selo diamante da consultoria e-bit, que acompanha o setor de e-commerce.

Em relação ao índice de queixas no Reclame Aqui, a companhia informa que deu resposta a 100% das queixas registradas ( no site. A Ricardo Eletro afirmou ainda que exibe um índice de solução superior a 80% nas i reclamações deixas no site por consumidores que residem no Rio de Janeiro.

“Entretanto, o Reclame Aqui exige que o consumidor registre a solução de sua queixa para que ela seja considerada solucionada, o que na maior parte das vezes não acontece. Mesmo assim, a Ricardo Eletro está estruturando uma área de atendimento apenas para cuidar das queixas que chegam pelo Reclame Aqui, a fim de atender melhor seus cliente”.

Fonte: O Estado de São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s