Bahia: concurso para juiz do Trabalho reprova todo mundo

by

Candidatos não atingiram nota mínima exigida para preencher nove vagas

SALVADOR- Nenhum dos 2.600 inscritos no concurso para juiz do Trabalho, na Bahia, conseguiu ser aprovado. O resultado foi divulgado esta semana. Quem passasse nas cinco etapas do concurso receberia cerca de R$ 14 mil. Para participar da seleção, era preciso pagar taxa de inscrição de R$ 217. Depois da primeira prova, em dezembro de 2012, só 300 pessoas seguiram para a segunda etapa. Na terceira fase, quando apenas 61 pessoas concorriam, a prova exigia a redação de uma sentença sobre prazos processuais e incorporação de gratificações.

A nota mínima exigida era seis, mas nenhum candidato conseguiu tirar mais que cinco, disse o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª. Região (TRT-5). A presidente da comissão de concursos da Ordem dos Advogados do Brasil da Bahia (OAB-BA), Taíse Bandeira, disse que os candidatos reprovados podem tentar mudar o resultado na Justiça comum, e que muitos participantes já reclamaram à entidade sobre a dificuldade da prova. Mas, segundo Taíse, um representante da OAB acompanhou e corrigiu a prova, que estaria condizente com o cargo pleiteado pelos candidatos.

O advogado Danilo Gaspar, um dos participantes da prova, formado há cinco anos, disse não entender a eliminação de todos os concorrentes: — A prova de sentença é uma prova grande, muito complexa, e que só pode ser feita a mão, num prazo de quatro horas. Dentro desse contexto, espera-se também que a correção leve em conta todos esses fatores.

O concurso para juiz do Trabalho pretendia preencher nove vagas do estado, com o objetivo de reforçar a demanda dos cerca de 1.500 processos anuais que dão entrada na Justiça pela Bahia. O salário inicial de um juiz trabalhista é de R$ 14 mil, sem gratificações. Andrea Presa, presidente da Associação dos Juízes do Trabalho, reagiu com naturalidade ao resultado e citou possíveis soluções para a falta de juízes: — Se esse resultado se confirmar, o Tribunal poderá abrir edital de remoção para que magistrados de outras regiões venham, e abrir um outro edital desse concurso — disse.

Fonte: O Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s